São Paulo, 22/08/2019        
PÁGINA INICIAL
Florais de Bach para animais
 
ARTIGOS     
 

"Não há nada mais difícil, como introduzir uma nova

ordem de coisas." (Maquiavel em 1502)
Poucos humanos reconhecem a ameaça de uma iminente extinção da espécie. Poucos de nós têm consciência e conhecimento de que a água é um bem FINITO. O comportamento de nossa espécie, principalmente nos últimos 50 anos, vem acabando com a possibilidade de vida nesse planeta. É preciso uma nova ordem de coisas. É preciso, em caráter urgentíssimo, uma nova ética, que chamo de uma ÉTICA AMBIENTAL.



Mas de que maneira, cada um de nós, pode ajudar? Como, no dia a dia, quando estamos preocupados em ganhar o pão, poderemos ter atitudes chamadas de ecologicamente corretas?



Não é muito difícil termos um comportamento que provoque uma mudança importante nesse quadro de fim-de-mundo.

É a partir de pequenas alterações em nossos hábitos, que conseguiremos grandes benefícios para nós mesmos e para todas as formas de vida do planeta.



Eis alguns exemplos, que com um pouco de boa vontade, podem trazer enormes benefícios para o meio ambiente:



- Reflita sobre os seus atos de consumo, buscando que seu comportamento e atitudes de consumo contribuam para a construção de um mundo melhor. O consumismo desenfreado é um dos maiores fatores da degradação ambiental.

- Consumir apenas o necessário e evitar a geração de lixo é o mais importante. Recusar sacolas e sacos plásticos, evitar embalagens desnecessárias e uso de produtos descartáveis é um bom começo. Imagine o que acontece com os famosos sacos plásticos de supermercados, que são encontrados aos montes nas ruas e estradas, jogados por humanos sem informação?

- Aumentar a vida útil dos produtos e materiais também evita a geração de lixo. Escolher produtos com maior durabilidade e evitar o desperdício de recursos, por exemplo, usando os dois lados do papel, vale a pena. Não compre nada que venha com isopor.

- Não misturar os materiais recicláveis (papéis limpos, vidros, plásticos, metais) com o lixo comum e encaminhá-los para reciclagem é fundamental. Apóie programas de coleta seletiva e cooperativas de catadores.

- O lixo orgânico (restos de comida, cascas de frutas, cascas de legumes, etc.) não deve ser jogado para o lixeiro levar para o aterro sanitário. Você deve arrumar uma maneira de enterrá-lo. No seu quintal, no seu jardim, no seu vaso, no quintal do terreno do vizinho. Isso vai evitar a produção do chorume nos aterros sanitários que é um veneno de altíssima capacidade de contaminação dos solos e dos lençóis freáticos.

- Evite os desinfetantes coloridos colocados nas bordas dos vasos sanitários, porque são muito poluentes.

-Ao lavar o carro com mangueira, se gasta, em média, 500 litros de água. Se você usar baldes, gastará um décimo disso.

-Recuse serviço de lanchonetes com excesso de produtos descartáveis, como guardanapos, copos, canudos, colherzinha de plástico, pacotes de ketchup e maionese, etc.

- Use papel higiênico não branqueado com cloro. O branqueamento produz dioxinas que, uma vez em rios, matam peixes. E o papel higiênico não branqueado pode ser enterrado junto com o lixo orgânico.

-o óleo que foi usado nas suas frituras (o melhor seria não comer alimentos fritos!) não devem ser jogados na pia e nem no lixo. Ele deve ser enterrado com o lixo orgânico, que você conseguirá um excelente adubo. Se você só tem quintal de cimento, arrebente uma parte e faça seu canteiro: em pouco tempo você colherá seu próprio alimento e sem uso de agrotóxico.

-o tratamento de seu esgoto é fundamental, pois o esgoto não tratado é um dos maiores poluentes dos solos e águas. Sumidouros, fossas e filtros de cimento não tratam coisa alguma, pois os gases formados nesses compartimentos corroem o cimento, provocando rachaduras e vazando para o meio ambiente.

-Não use a falta de tempo como desculpas para implementar novos comportamentos, pois se o humanos continuarem com esses comportamentos terão todo o tempo da eternidade: estarão todos mortos!

Um dia, quer os humanos queiram ou não, todos serão obrigados a repensar seus hábitos,
caso contrário, o planeta ficará inabitável.

(Esse tema, e tantos outros, relacionados com o meio ambiente, ou o que resta dele, fazem parte da pergunta: O Mundo pertence aos Humanos OU Os Humanos pertencem ao Mundo?

Saiba a resposta correta, lendo o livro de Daniel Quinn, Ismael, Um Romance da Condição Humana. Você pode ganhar o livro, escrevendo para wpereira1951@uol.com.br, que mandarei gratuitamente para seu e-mail. Esteja pronto para se surpreender!). .
*******
Walter Antonio Pereira
Biólogo - Graduado em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Maringá - PR;
Professor de ciências, matemática e educação sanitária por mais de 7 anos;
Biólogo da "Saneeco", empresa que fabrica, instala equipamentos para tratamento de efluentes domésticos e industriais, biodigestores - Saneeco - www.saneeco.com.br ;
Colunista do site Santa Ignorância ! - www.santaignorancia.com.br;
Responde a perguntas sobre tratamento de efluentes domésticos e industriais, caixa separadora de água e óleo, meio ambiente, etc, no site Posto Ecológico - www.postoecologico.com.br;
Colunista do site Florais e Cia - www.floraisecia.com.br

<<Voltar para página Anterior

 

 

Topo^   

COLUNAS