São Paulo, 24/10/2014        



Bem-Vindo(a) ao Florais e Cia, um Portal criado para oferecer a todos os interessados em terapias uma fonte de consulta e de apoio.

Agradeço sua visita.

Martha Follain

   ÚLTIMOS 15 ARTIGOS ADICIONADOS:
ONÇA PINTADA por Martha Follain
Coluna: PROTEÇÃO ANIMAL
..................................................................................................................................
ABANDONO DE ANIMAIS por Martha Follain
Coluna: PROTEÇÃO ANIMAL
..................................................................................................................................
COMPAIXÃO PELOS ANIMAIS por Martha Follain
Coluna: PROTEÇÃO ANIMAL
..................................................................................................................................
BARATAS!! por Martha Follain
Coluna: ANIMAIS
..................................................................................................................................
VENDA E ABATE DE JUMENTOS por Ivana Maria França de Negri
Coluna: ANIMAIS
..................................................................................................................................
ANIMAIS, REFLEXO DE SEUS TUTORES por Martha Follain
Coluna: ALIMENTAÇÃO
..................................................................................................................................
LIBERDADE! (VICTOR HUGO) por tradução: Raul Passos
Coluna: PROTEÇÃO ANIMAL
..................................................................................................................................
BICHOS PREGUIÇA ESTÃO MORRENDO por Martha Follain
Coluna: PROTEÇÃO ANIMAL
..................................................................................................................................
VIOLÊNCIA CONTRA OS ANIMAIS DOMÉSTICOS - SOMATOFOBIA por Sônia T. Felipe
Coluna: PROTEÇÃO ANIMAL
..................................................................................................................................
MEU PINTINHO AMARELINHO... por Martha Follain
Coluna: PROTEÇÃO ANIMAL
..................................................................................................................................
POLVOS, SOLITÁRIOS E MUITO INTELIGENTES por Martha Follain
Coluna: PROTEÇÃO ANIMAL
..................................................................................................................................
VEGETARIANISMO E CONSERVAÇÃO AMBIENTAL por Sérgio Greif
Coluna: PROTEÇÃO ANIMAL
..................................................................................................................................
LEITE BOVINO: UMA CONTROVÉRSIA ÉTICA por Sônia T. Felipe
Coluna: PROTEÇÃO ANIMAL
..................................................................................................................................
AFOGANDO O GANSO, LAVANDO A ÉGUA... por Ellen Augusta Valer de Freitas
Coluna: PROTEÇÃO ANIMAL
..................................................................................................................................
MORCEGOS NÃO SÃO MALVADOS por Martha Follain
Coluna: PROTEÇÃO ANIMAL
..................................................................................................................................



CONSULTAS ON-LINE
Perguntas sobre Florais de Bach, para uso em animais e humanos
   
   PERGUNTE  
Valor da consulta, consulte mfollain@terra.com.br
 
   CONSULTA  
Valor da consulta, consulte mfollain@terra.com.br
 


   BICHOS DA SEDA - POR MARTHA FOLLAIN


Bichos da Seda
Por Martha Follain

http://www.fotosearch.com.br/fotos-imagens/bicho-seda.html

Seda é uma fibra brilhante feita pelo bicho da seda para formar seu casulo. É um tecido leve, macio e cintilante, utilizado para a confecção principalmente, de peças do vestuário feminino, e camisas, gravatas, etc..
A produção da seda é uma cultura milenar denominada sericicultura, e começou na China há cerca de 5000 anos. Os 4 maiores produtores mundiais de seda são a China, o Japão, o Brasil e a Índia. A produção da seda compreende a cultura da amoreira, árvore de cujas folhas o bicho da seda se alimenta; embora também possa comer folhas de alface ou de laranjeira como alimento, a criação do bicho da seda e a produção dos fios de seda para a indústria têxtil, sendo considerada uma das atividades agroindustriais mais antigas praticadas pelo homem. As lagartas que ingerem as folhas de amoreiras são as que produzem a melhor seda. No total, a larva irá ingerir 50 000 vezes o seu peso.
Bicho da seda é a larva (ou lagarta) de uma espécie de mariposa, a “Bombyx mori” usada na produção de fios de seda. Este inseto é nativo do norte da China e, atualmente, há mais de 400 espécies. A fibra de seda natural é um filamento contínuo de proteína, produzido pelas lagartas, sendo uma das matérias primas mais caras. As lagartas expelem através das glândulas o líquido da seda (a fibroína) envolvido por uma goma (a sericina) – líquido e goma se solidificam imediatamente em contato com o ar. A seda é uma proteína natural contendo cerca de 75% de fibra e aproximadamente 35% de uma proteína gomosa que mantém os filamentos juntos. Estes filamentos de seda são bastante longos e finos, apresentando cerca de 300/900 metros de comprimento. A seda possui um brilho natural e uma cor entre o creme e branco, sendo uma das fibras mais fortes.
A“Bombyx mori”passa por 4 estagios distintos: ovo, lagarta, pupa e adulto, finalizando com a metamorfose. As lagartas passam por 5 estagios que são classificados em 1a, 2a, 3a,4a e 5a idade.
O bicho da seda se alimenta exclusivamente das folhas da amoreira na sua fase de larva ou lagarta. É nesta fase que começa a tecer seu casulo, feito com fios de muitos metros de comprimento, e é esse casulo que serve de fonte para a seda. O fio de seda é secretado por uma glândula, chamada de glândula sericígena, localizada na parte inferior da boca da lagarta. Cada casulo é formado por um único fio de seda.
Para produzir cerca de 1 kg de seda são necessários aproximadamente 6 mil casulos.
O que causa horror é que os bichos são fervidos e mortos em seus casulos para retirada da seda.
Esses insetos foram domesticados há cerca de 5000 anos, provavelmente na China e, por isso não conseguem mais sobreviver livres no seu habitat natural. Nesses séculos de domesticação, maus tratos e ganância do ser humano, suas asas se atrofiaram, e não conseguem mais voar, vivendo na total dependência de humanos para obterem sua alimentação. Desafortunadamente, tansformaram-se em “insetos domésticos” condenados à morte.
Uma crisálida é o estágio de pupa dos insetos da ordem lepidopteras e, quando os casulos são completados, as crisálidas são sufocadas ou mortas. Como uma forma de escárnio, as crisálidas sufocadas ou mortas são utilizadas para adubar o solo onde existem as plantações de amoreiras.
Existem já várias alternativas à seda. Por exemplo, as fibras sintéticas como o polyester da essência do petróleo (Terylene, Dacron), nylon produzido de minerais, ou do acrílico de petróleo e carvão (Courtelle, Orlon; Dralon). Para os que adoram a seda, atualmente já existe uma alternativa: a “peace silk” ou “Ahimsa silk”, um tipo de seda que é tecida à mão na Índia sem crueldade. Esta seda é colhida dos casulos da mariposa selvagem “Eri”, recolhidos a partir da floresta após a mariposa emergir e voar para longe, ou seja, sem que nenhum animal precise ser mantido em cativeiro ou fervido vivo.
Esta seda está se tornando a escolha de estilistas conscientes por todo o mundo, preocupados com a ética de seus materiais e trabalho e com a condição de morte dos bichos da seda. Além do que, há muitas outras alternativas em tecidos naturais ou sintéticos.
TEXTO REGISTRADO NA BIBLIOTECA NACIONAL – DIREITOS AUTORAIS –
Reprodução permitida, desde que, com todos os créditos da autora e de seu trabalho.
Martha Follain: Formação em Direito, Neurolinguística, Hipnose e Regressão. Terapia Floral de Bach, Aromaterapia, Terapia Floral de Minas, Fitoterapia Brasileira, Cromoterapia, Cristaloterapia, Terapia Ortomolecular, Bioeletrografia, Terapia de Integração Craniossacral - para animais humanos e animais não humanos. Consultora da “Phytoterápica”.
CURSOS À DISTÂNCIA – via INTERNET – criados e ministrados por Martha Follain:
Curso de Aromaterapia para Uso em Animais;
Curso de Aromaterapia para Uso em Humanos;
Curso de Florais de Bach para Uso em Animais;
Curso de Florais de Bach para Uso em Humanos.
Curso de Cromoterapia para Uso em Animais:
Curso de Fitoterapia para Uso em Humanos;
Curso de Fitoterapia para Uso em Animais;
Curso de Cristaloterapia para Uso em Humanos.
www.floraisecia.com.br
mfollain@terra.com.br
http://www.centrovegetariano.org/Article-47-A-Produ--o-de-seda.html
Copyright Centro Vegetariano. Reprodução permitida desde que indicando o endereço: http://www.centrovegetariano.org/Article-47-A-Produ--o-de-seda.html
O BICHO-DA-SEDA E A LENDA CHINESA


A LENDA CHINESA
Conta-se que uma jovem imperatriz chinesa ficou impressionada ao observar o casulo que um inseto tecera em volta de si, sobre uma amoreira. Colocou-o no chá que tomava, para amolece-lo, e o desenrolou, obtendo um fio muito bonito, leve e brilhante.
A imperatriz começou então a cultivar aquele inseto até obter fio suficiente para tecer uma roupa.
Texto por: http://www.borboleta.org/
http://www.borboleta.org/2011/03/o-bicho-da-seda-e-lenda-chinesa.html


Fonte: Martha Follain
 
   DESTAQUES:

EU PROTEJO O MEIO AMBIENTE, EU EXIJO O SELO VERDE
   CURSOS DE FORMAÇÃO E PROFISSIONALIZANTES EM DESTAQUE

   ARTIGOS FLORAIS DE BACH
   :: PARA HUMANOS
• A DOENÇA COMO DESEQUILÍBRIO ENTRE PERSONALIDADE E ALMA.
   RILDO SILVEIRA - PPS

Direitos animais e ativismo
baixar pps

FAZENDEIROS SUÍÇOS COMEM CÃES - MARTHA FOLLAIN
FAZENDEIROS COMEM CÃES NA SUÍÇA E AFIRMAM QUE É HIPOCRISIA ACHAR ISSO ESTRANHO


Foto: Reprodução/Daily Mail
“Um homem é verdadeiramente ético, apenas quando obedece sua compulsão para ajudar toda a vida que ele é capaz de assistir e, evita ferir toda a coisa que viva.” Albert Schweitzer.
O jornal britânico “Daily Mail” publicou uma matéria (01/01/2013) na qual afirma que fazendeiros suíços consomem carne de cães e gatos. Os cães eleitos como “preferidos” são da raça rotweiller, por serem bem musculosos.
Mas o que dizer dos milhões de porcos, frangos, vacas, coelhos, cavalos, carneiros, peixes, etc. que são assassinados em nome do capricho distorcido do paladar da humanidade? Setenta bilhões de animais são abatidos por ano no planeta, para abastecer a vil indústria alimentícia. Então, certamente, é uma hipocrisia alguém se chocar com o consumo da carne de cães e gatos.
Cães e gatos são comidos em vários países, mas a prática é comumente associada a países asiáticos: China, Coréia do Sul e Vietnã, onde comer carne de cachorro, acredita-se, trará boa sorte.
A maioria das pessoas come animais, mesmo dizendo que se reocupa com eles, não querendo que sofram. Outra grande hipocrisia.


Foto: Reprodução/Daily Mail

Melanie Joy, psicóloga social, Ph.D, professora de psicologia na Universidade de Massachussets, em Boston, e autora do livro “Por que amamos cães, comemos porcos e vestimos vacas?” , aponta a ideologia especista através do ato de comer carne e porque alguns animais viram comida e outros não. A pesquisadora usa o termo “carnista” para identificar o sistema de crenças que leva o indivíduo a se alimentar de carnes de animais “considerados comestíveis” por ele. E, é um sistema de crenças porque ingerir carne não é uma necessidade, mas sim uma escolha. O apetite é, antes de tudo, um instinto. Precisamos comer para sobreviver, assim como é necessário respirar, beber, dormir. Porém, a escolha do que comer pode e deve ser uma escolha moral. Como ensina Melanie Joy: “quando entendemos a profundidade e a largura do carnismo, podemos perceber que pedir a alguém que pare de comer animais não é simplesmente pedir por uma mudança de comportamento, mas um salto de consciência. Este tipo de salto não pode ocorrer até que a pessoa se sinta segura o suficiente para se mover para fora do sistema carnista e olhar para o mundo com um par diferente de olhos.” Carnismo é o termo oposto a veganismo.
Não é moralmente admissível, infligir sofrimento a seres que não pertencem à espécie humana (obviamente, à espécie humana também). E, esse sofrimento, essa brutal tortura, traduz-se não só em hábitos alimentares (comer carne) mas, na exploração animal (circos, touradas, zoológicos, etc.), no uso do couro no vestuário, no uso de cosméticos testados em animais, na vivissecção , etc., isto é, submeter os animais aos interesses exclusivos dos seres humanos.
A forma de viver, de comer da humanidade, há muito deixou de ser privada, para sentenciar toda a vida no planeta. E a solução depende de cada um de nós: reveja seu sistema de crenças, mude de paradigma, escolha uma alimentação sem dor nem crueldade, uma alimentação por reflexão, consciência e compaixão.
http://www.dailymail.co.uk/news/article-2255684/Farmers-Switzerland-routinely-EATING-cats-dogs-meals.html
Martha Follain – Formação em Direito, Neurolinguística, Hipnose, Regressão. Terapia Floral de Bach, Aromaterapia, Terapia Floral de Minas, Fitoterapia Brasileira, Terapia Ortomolecular, Terapia de Integração Craniossacral, Cromoterapia, Cristaloterapia, Bioeletrografia, Psicoterapia Holística, Terapia Homeopática.
CRTH 0243




Fonte: Martha Follain


 

 



COLUNAS